top of page

Grupo que usava empresas de fachada para o descaminho de vinhos entre Brasil e Argentina é alvo PF

Polícia Federal deflagrou a operação Zéfiro, com seis mandados de busca e apreensão em cidades fronteiriças de Santa Catarina e Paraná.



Sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (2) em Santa Catarina contra uma organização criminosa investigada pela importação irregular de vinhos argentinos para o Brasil.

As ações da operação Zéfiro aconteceram em Dionísio Cerqueira e São José do Cedro, em Santa Catarina, e Barracão, no Paraná.


O objetivo é coibir, principalmente, o crime de descaminho, que é a entrada ilegal no país de produtos sem o devido pagamento de tributos. Também são apurados lavagem de dinheiro e organização criminosa.



A investigação identificou ainda que os criminosos usavam empresas de fachada para encobrir o crime e movimentava o dinheiro por meio de "laranjas".

A PF detalhou que a investigação que levou operação Zéfiro partiu de uma prisão em flagrante se seis pessoas em setembro de 2021.


"Eles realizavam o carregamento de 1.400 caixas de vinhos argentinos em um caminhão na sede de uma empresa situada na cidade de Barracão/PR, de onde a carga seria conduzida até São Paulo/SP", detalhou a corporação.


Junto com os mandados de busca, a Justiça Federal determinou o sequestro dos bens dos investigados, que não tiveram os nomes informados. Em caso de condenação, as penas podem chegar a 22 anos de reclusão.



 


4 visualizações0 comentário
bottom of page