top of page

Polícia apreende mais de 194 mil produtos falsificados em operação contra pirataria no interior SP

Atualizado: 12 de mai. de 2023

Na operação, foram apreendidas principalmente camisas de seleções e de times de futebol, além de milhares de brasões soltos que estavam preparados para serem costurados.



A Polícia Civil apreendeu cerca de 194,8 mil produtos falsificados nesta quarta-feira (12), durante uma operação contra pirataria nas cidades de Aparecida e Potim, no interior de São Paulo.


De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), foram cumpridos mandados de busca e apreensão em confecções especializadas em falsificar material esportivo.


Na operação, foram apreendidas principalmente camisas de seleções e de times de futebol, além de milhares de brasões soltos que estavam preparados para serem costurados. Os mandados foram cumpridos por policiais da 1ª Delegacia DIG Antipirataria. As equipes flagraram as linhas de produção em funcionamento.

Segundo a polícia, os locais alvos foram identificados a partir de investigações e análises de apreensões realizadas em pontos de comércio popular.

Todo o material foi apreendido e será encaminhado para perícia. Os responsáveis pelas confecções serão investigados por crime contra propriedade industrial.


 

Police seizes more than 194 thousand counterfeit products in operation against piracy in the countryside of SP


The Civil Police seized about 194.8 thousand counterfeit products on this Wednesday (12), during an operation against piracy in the cities of Aparecida and Potim, in São Paulo countryside.

According to the State Department of Criminal Investigation (DEIC), search and seizure warrants were served on clothing manufacturers specializing in counterfeiting sports equipment.

During the operation, mainly shirts of national teams and football teams were seized, as well as thousands of loose coats of arms that were ready to be sewn.

The warrants were served by police officers from the 1st Anti-piracy DIG Police Station. The teams caught the production lines in operation.

According to the police, the local targets were identified from investigations and analysis of seizures made at points of popular trade.

All the material was seized and will be forwarded for expertise. Those responsible for the confections will be investigated for crime against industrial property.





2 visualizações0 comentário
bottom of page