top of page

Receita apreende R$10,5 milhões em mercadorias falsificadas em SP


São Paulo — A Receita Federal apreendeu 780 bolsas, óculos e acessórios falsificados de marcas de luxo na manhã desta quinta-feira (10/8), no bairro da Liberdade, no centro de São Paulo. A ação faz parte da Operação Fake Luxo 2 e confiscou R$ 10,5 milhões em volumes com mercadorias falsificadas

A operação alcança ao todo dez estabelecimentos, localizados em duas galerias comerciais. Depósitos utilizados pelas lojas também foram localizados, nos andares superiores de um dos prédios.

Na primeira operação, realizada em 2022 na mesma região, foram apreendidas mercadorias avaliadas em R$ 5 milhões.

Em levantamento prévio, a Receita verificou que diversos estabelecimentos ainda persistem na venda de produtos proibidos. Os produtos falsificados são considerados de “alta qualidade” e vendidos, em alguns casos, por milhares de reais.

Segundo a Receita, o comércio de mercadorias falsificadas alimenta uma rede do crime organizado. “A prática lesa comerciantes, importadores e produtores brasileiros que atuam na legalidade, subtrai empregos legítimos e sonega tributos, que deixam de ser recolhidos aos cofres públicos”, afirma em nota.

Os responsáveis serão representados pelo crime de contrabando e por outros que possam ser identificados no curso dos processos administrativos.


0 visualização0 comentário
bottom of page