Receita faz operação de combate à venda de calçados falsificados em SP

Expectativa da operação Pseudópodes 5 é apreender cerca de R$ 20 milhões em mercadorias. Responsáveis podem responder por contrabando.



A Receita Federal, com o apoio da Prefeitura de São Paulo, iniciou uma ação em um shopping popular da capital paulista nesta terça-feira (18). Esta é a quinta fase da operação Pseudópodes contra a venda de calçados falsificados de origem estrangeira na região do Brás, no centro.

Estima-se a apreensão de mais de 250 mil pares de calçados, com valor de mercado aproximado de R$ 20 milhões.

Segundo a Receita, a prática lesa comerciantes, importadores e produtores brasileiros que atuam na legalidade, reduz empregos formais, além de sonegar tributos que deixam de ser recolhidos aos cofres públicos.

A ação deve durar de três a quatro dias, tempo necessário para remover a grande quantidade de produtos piratas. Além da apreensão das mercadorias, os responsáveis poderão responder pelo crime de contrabando.

O nome da operação é uma referência ao termo grego que significa pés falsos.



Fonte: https://noticias.r7.com/sao-paulo/receita-faz-operacao-de-combate-a-venda-de-calcados-falsificados-em-sp-18082020


Federal Revenue carries operation to combat the sale of counterfeit shoes in SP

The expectation of the operation is to seize approximately R$ 20 million in goods.


The Federal Revenue, with the support of the City of São Paulo, initiated an action in a popular shopping center in the capital of São Paulo on Tuesday (18). This is the fifth phase of the Pseudopods operation against the sale of counterfeit shoes of foreign origin in the Brás region.


It is estimated that more than 250 thousand pairs of shoes will be seized, with a market value of approximately R$ 20 million. According to the Federal Revenue, the practice harms Brazilian traders, importers and producers who work legally, reduces formal jobs, in addition to evading taxes that are no longer collected in public coffers.


The action should last from three to four days, time necessary to remove the large amount of products. In addition to the seizure of the goods, those responsible may be responsible for the crime of smuggling.


The name of the operation is a reference to the Greek term which means false feet.

2 visualizações

© Garé Advogados 2018 | All rights reserved